quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011


A Cabana - William P. Young

A filha mais nova de Mackenzie Allen Philips foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe... leia mais uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.
Oii, esse post como vocês ja viram é sobre o livro A Cabana do autor William P. Young. O Livro é escrito de un jeito fácil para ler, mas para falar a verdade o começo é bem chato, não tem nenhuma ação, é dificil ter motivação para continuar, depois, quando o autor começa a explicar os fatos, o desaparecimento de Missy, fica muito mais interessante. Quando Mackenzie (Mack) vai para a Cabana, acontecem reveações impressionantes e exclarecedoras. Lá ele encontra Papai (Deus na forma de uma negra que gosta de ser chamada de Elousia), Sarayu (com feições orientais, ela é o vento, o sopro da vida, a melhor representação do Espírito Santo) e Jesus (em sua forma, um homem comum, um carpinteiro).
Mack passa um final de semana com os três, compartilhando refeições e momentos maravilhosos.
Esse livro é tocante, não há como não se sentir mais próximo de Deus. É lindo, vale muito a pena ler.     

Melhores partes:
"- Como você pode realmente saber como me sinto? - perguntou Mack, encarando-a de volta.
Papai não respondeu, apenas olhou para as mãos dos dois. O olhar de Mack seguiu o dela, e pela primeira vez ele notou as cicatrizes, marcas de furos fundos, e finalmente Mack ergueu os olhos para os dela. Lágrimas desciam lentamente pelo rosto de Papai (...)
- Jamais pense que o que meu filho optou por fazer não nos custou caro. O amor sempre deixa uma marca significativa - ela declarou, baixinho e gentilmente. - Nós estávamos lá, juntos."
--------
"Já que eram três, talvez aquilo fosse uma espécie de trindade. Mas duas mulheres e um homem? E nenhum deles era branco? Mas porque ele havia presumido que Deus seria branco? Sabia que sua mente estava divagando, por isso concentrou-se na pergunta que mais queria ver respondida. - Então qual de vocês é Deus? - Eu - os três responderam em uníssono. Mack olhou de um para outro e, mesmo sem entender nada, de algum modo acreditou."


Minha classificação:

5

5 comentários:

Angélica Fernandes disse...

Oiieee Floor,

Retribuindo a visitinha ;D
Passei pra avisar que tem promo nova no blog, não percam,

Beeijos


Angélica Fernandes
http://angelbooks.com.br/

Vanessa News disse...

Parabéns pela resenha Jaine! Já li A Cabana e amei! O livro é muito profundo e mexe com a espiritualidade da gente. Beijos!

Entre Fatos & Livros disse...

Posso falar? Não gostei mto de A Cabana. Eu li inteirinho, mas foi um fardo ler. Sei lá... Achei a narrativa mto parada.

Talvez eu estivesse em um ritmo diferente do livro. Vai saber...

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Juliana Caroline disse...

Hummm au amei esse livro... Não fiz resenha ainda pq quero relê-lo, mas ele é super recomendado... Acho extraordinária a forma como ele fala de Deus sem interferir em escolhas religiosas...

Adoro!

Mayara disse...

Esse é o melhor livro q li na minha vida :)

Postar um comentário

Faça uma blogueira feliz! Deixe seu comentário.

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t