segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011


A Estrada da Noite - Joe Hill

"Mais cedo ou mais tarde
                os mortos nos alcançam..."


Uma lenda do rock pesado, o cinqüentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta. "Vou 'vender' o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude. Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece



 O ínicio do livro é bem parado e sem graça, meio confuso tambem, mas ao ir se aprofundando na história vai ficando muito interessante, não tem aquele gás, e emoção que eu acho legais em um livro mas a história é boa por revelar fatos os quais você não tem idéia. 
Tirando o começo meio parado o livro é muito bom e vale a pena continuar na leitura. Joe Hill é filho de Stephen King, mas na minha opnião não fará tanto sucesso quanto seu pai.


Minha Classificação:
10

10 comentários:

Liceh disse...

Apesar de não ser muito meu estilo, parece ser bom...

Beeijãão
http://biquinhos.blogspot.com

Amanda e Elidiane disse...

Nossa!! amo tudoo relacionado a Terror, dos filmes aos livros!! rs!
(Elidiane)
Vou anotar esse livro!! ;)
Bjs Jaine!!

Entre Amigas

Larys disse...

ain, parece ser bom pelo que voce disse! assustador -q
beijinhos;
http://addictiveworld.blogspot.com/

Amanda e Elidiane disse...

Jaine tem meme literário pra vc lá no nosso blog ;)
Bjs

Entre Amigas

Mayara disse...

Vi esse livro no grupo Livros Viajantes do Skoob, e não me interessei mesmo :/

GE - Alinne Barbosa disse...

Pelo o que li pareci ser bom mesmo, Desculpa a demora de vim aqui, beeijo

Entre Fatos & Livros disse...

Parece ser legal e até vai para a lista, mas não é minha primeira opção de leitura.

BjoO
Pri
Entre Fatos e Livros

Ann Gominho disse...

Já li esse livro!!
Muitoo bom! (ao menos eu achei)
Gostei tanto, que depois que lançaram aqui no Brasil comprei para dar de presente ao meu primo que gosta desse estilo.
=)

beijos

Juliana Caroline disse...

Hummm... Eu gosto de um bom suspense mais livroparado no começo dá a maior vontade de abandonar... =) E eu não consigo começar algo e não terminar... enfim, e não consigo ler outro enquanto não termino o primeiro =) Eu sou um conflito ambulante kkkkk

Mas quem sabe né...

beijinhos

Dasty-Sama disse...

Estou louca para ler esse livro, é bem o estilo que eu gosto: mistério, suspense, terror e sobrenatural. Faz tempo que estou com vontade de conhecer a escrita de Joe Hill :D

Postar um comentário

Faça uma blogueira feliz! Deixe seu comentário.

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t